Skip to content

Arriscar a pele – Receita de teatro instantâneo para seis pessoas

by em 27/11/2011

a) Procurem uma biblioteca, escolham entre dez e doze livros.

b) 8 de ficção narrativa, 2 de poesia e 2 de história

c) Mudem para uma sala vazia com uma mesa ao centro

d) Coloquem os livros espalhados sobre a mesa para que cada um possa escolher o seu

e) Façam uma pequena introdução, conversem sobre o tempo ou sobre os horários de visitas, mas evitem assuntos demasiado pessoais

f) Coloquem um relógio para marcar o tempo e façam um pequeno aquecimento de cnco minutos, depois é só deixar correr

g) Se alguém quiser poderá tomar notas

h) Troquem de livro se houver o diálogo não estiver a fluir

i) Façam um pequeno intervalo ao fim de 15/20 minutos e troquem outra vez de livros

j) Não façam isto sozinhos em casa

 

 

Primeira Parte

1)
Da minha família não tenho grande coisa para dizer
Tenho medo de ficar sozinho
Deus vos conserve e vos dê longa vida
Sempre a mesma conversa

2)
A minha mulher morreu
Está formidável
Ela delirava
Quero casar-me outra vez

3)
Algum dia tinha de ser
Porquê?
Não quero mais os seus conselhos
Mas posso ter um filho

4)
O que poderia fazer um homem sem instrução
Ele anda na Lua
Tive sorte em encontrar o doutor depois da cerimónia

5)
Levavam-me chá à cama, sabem o que é isso?
Vou dormir para a rua
Pouco barulho
Falem mais baixo por favor

6)
Todos querem o mesmo
Façam-me companhia ao jantar
Não pode ser
Comecei a familiarizar-me com o ambiente

7)
O que é isso que tem na mão?
Depende
Estás um perigo para as mulheres
Não tenho especial interesse
Só lá voltarei mais uma vez

8)
Há quanto tempo tens bigode?
Olha olha, voltou a perder-se
O que é que fazias antes?
Apanhava cocos

9)
Fazias bem em sair deste buraco
Dei a volta pelo pátio, passei pela cancela e dei com a porta fechada
Palavras amáveis
Vamos ser amigos

10)
De onde é que saíste?
Esta foi a minha segunda tentativa
Agora só lá para Março ou Abril
O que farei eu entretanto?

11)
Põe a tua mão no meu peito
Não há aqui nenhuma enfermeira?
Tenho mais o que fazer
Então terminou tudo?
É sempre assim

12)
Ainda te convido para almoçar
Mas depressa
Memória curta?
Então vá diga-me lá onde vou dormir?

13)
Como se sente?
Vencido pela fadiga
Ele está lá dentro, não esteja tão perturbado
Já me habituei à dor

14)
É uma longa história
Sabe quem é este homem?
Parece-se comigo

15)
O pior foi a guerra
O ar do corredor era desagradável
Quer que feche a porta?
É uma cabana

16)
Como é que se chama?
O rapaz está assustado
Esta noite não poderá fechar as portas
Então vou lá para cima

17)
Sempre a resmungar
Julguei que já sabia
Que idade tem?
Não posso perder mais tempo

18)
Indique-me um quarto imediatamente
De vez em quando ele abria a porta e deitava-se no chão
Não quero saber de mais nada
Traga depressa chá e qualquer coisa para comer

19)
Isto aqui promete
Aqui tem o chá
Muito bem, procedam como vos agradar
Então e o chá?

20)
Existe uma possibilidade
Vá-lá despede-te
Não há explicação
Mas ele ficou de tratar disso

21)
Minha encantadora senhora
Naquela noite depois do jantar…
Então diz-me cá
De facto isto é teatro e do mau

Anúncios
Deixe um Comentário

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s

%d bloggers like this: