Saltar para o conteúdo

estou aqui há 6 anos, 4 meses e 3 dias…

by em 19/11/2011

 

…e tenho medo.

Aqui é o nosso pátio, o que é que sentes?

Não me parece um lugar pesado. E tu, o que é que sentes?

 

 


Foi assim a minha curta conversa com o M., no pátio da prisão do Linhó.

A visita ao lugar da residência do Tiago Patrício foi muito interessante. Para chegar à prisão atravessamos uma avenida com árvores e casas na maioria abandonadas, eram as antigas residências dos funcionários da prisão. A entrada na prisão é feita por um portão impressionante sob letras típicas do Estado Novo que juntas  dizem ” CADEIA CENTRAL”, passamos por uma série de guardas que nos pedem a nossa identificação e que deixemos os nossos objectos pessoais num cacifo. Levei apenas um caderno e uma caneta. Tivemos também que passar por um detector de metais.

Perguntei a um dos guardas se lhe podia tirar um fotografia. Ele disse que não mas que havia algumas fotografias do interior da prisão e dos guardas de costas on-line numa reportagem do Correio da Manhã que não consegui encontrar…

O grupo de prisioneiros com que o Tiago trabalha é constituido por rapazes novos, abertos, simpáticos e interessados. Pareceu-me que gostam muito de bonés, gorros e capuchos. A maioria tapava a cabeça. A sua expressão individual através da maneira como se vestem e atitudes é muito importante. Mesmo dentro. Cantam, tocam guitarra e são divertidos. Tratam o Tiago por “você” e por professor, como disse a Cátia, assistente social da prisão que tem acompanhado o Tiago: é importante manter alguma distância.

O trabalho que o Tiago está a desenvolver é muito interessante e os participantes estão entusiasmados. Mais não conto, estou muito curiosa em relação à apresentação final .

Constança

Anúncios
2 comentários
  1. Tiago Patrício permalink

    Obrigado Constança

    Aos poucos o projecto começa a tornar-se cada vez mais real e mais próximo.
    “É melhor não apresentar tanta intimidade connosco”

Trackbacks & Pingbacks

  1. Projecto EVA 2011 – Apresentação final da residência artística no EP Linhó | Cartas de Praga

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: